sábado, 17 de maio de 2008

Lançamento de livro

Ocorreu ontem, no Teatro Municipal, o lançamento de “O livro dos nomes”, de Maria Esther Maciel. A obra é publicada pela Companhia das Letras.

O professor Altamir Fernandes leu texto sobre a trajetória de vida da escritora, que é professora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). A seguir, a professora Helânia Cunha de Sousa Cardoso fez uma análise da obra. Por fim, a autora discursou.

“O livro dos nomes” é o mais recente livro de ficção de Maria Esther Maciel.

3 comentários:

Paulo Alex da Silva Carvalho disse...

Lívio, como comentei em seu blog, não pude ir porque estava em aula. Mas me disseram que, no meio de todas essas atividades que você descreveu, houve também uma apresentação teatral um tanto quanto, digamos, desastrosa!? :-).
Cheguei, inclusive, a perder uma lanterna nessa história. Como foi isso? hahaha....
Brincadeira... A Raquel vai ficar furiosa comigo quando ler esse comentário!

Lívio disse...

Caro Paulo Alex, eu até me esqueci de mencionar a apresentação teatral realizada durante o lançamento. O pessoal do teatro usou anzóis (ou algo similar) para pendurar alguns itens ou objetos, que começavam a “pairar” sobre o palco à medida que a apresentação do grupo teatral ocorria. Um dos integrantes ficou na armação de metal por cima do palco comandando os anzóis, puxando o que não mais seria utilizado e liberando o que seria. Numa dessas vezes, enquanto puxava, o item pendurado na ponta do anzol se chocou contra o livro que a Consuelo segurava. Este era um livrão grande, feito especialmente para a apresentação. Como ela segurava o livro diante de si, não percebeu a chegada do “petardo”, que se chocou contra o livrão, assustando-a. Foi uma cena rápida, um tanto engraçada.

A apresentação agradou. A própria autora de "O livro dos nomes" elogiou.

Paulo Alex da Silva Carvalho disse...

Lívio, que bom que a apresentação agradou.
A Raquel, com todo o seu perfeccionismo, me disse que havia sido um desastre. Basicamente porque ela havia deixado a lanterna cair no meio da apresentação e esta se espatifou em mil pedaços. Se você não notou - ou nem achou digno de mencionar - isso, acho que não foi tão grave assim.